Goiânia se destaca com segundo melhor Índice de Bem-Estar Urbano entre as capitais | GCVB – Goiânia Convention e Visitors Bureau
 
 

 
 
Requisi��o Ajax com gif Animado - Felipe Silveira

Clima em Goiânia

GCVB

 

Goiânia se destaca com segundo melhor Índice de Bem-Estar Urbano entre as capitais

0
Posted 27 de September de 2016 by Ton Freitas in Acontece

Capital goianiense fica atrás apenas de Vitória- ES em levantamento feito pelo Observatório Metrópoles

Resultado de imagem para foto goiania

O levantamento inédito do Observatório das Metrópoles, coordenado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), revela o índice de Bem-Estar Urbano (Ibeu) das cidades brasileiras.

De acordo com o Observatório das Metrópoles, o propósito do estudo é oferecer mais um instrumento para avaliação e formulação de políticas públicas nas cidades.

Entre os indicadores de qualidade estudados estão mobilidade urbana, como o tempo de deslocamento de casa para o trabalho; condições ambientais (arborização, esgoto a céu aberto, lixo acumulado); condições habitacionais (número de pessoas por domicílio e de dormitórios); serviços coletivos urbanos (atendimento adequado de água, esgoto, energia e coleta de lixo); e infraestrutura.

De acordo com o ranking, a cidade com o melhor Índice de Bem-Estar Urbano é Vitória (ES), com 0,9, seguida por Goiânia (GO), com 0,8742. Em terceiro lugar está Curitiba (PR), cujo índice é de 0,874.

Na avaliação do prefeito Paulo Garcia, essa conquista é fruto de muito planejamento e trabalho. “Nosso plano de governo aponta políticas públicas de mobilidade urbana, ambientais, habitacionais e o investimento em transporte e infraestrutura como estruturantes para o futuro sustentável de Goiânia. Esse levantamento da UFRJ/Estadão confirma que estamos no caminho certo. É uma conquista que não é minha apenas, é da população e deve ser apropriada por todas e todos”, comemora o prefeito.

No ranking geral, considerando todos os municípios do Brasil, as cinco primeiras colocadas estão no Estado de São Paulo. Buritizal é a campeã nacional (0,951). Na 5.565.ª posição, o pior índice é de Presidente Sarney (MA), com 0,444.

Veja o ranking das capitais:

 

1-     Vitória (ES) – 0,9
2-     Goiânia (GO) – 0,8742
3-     Curitiba (PR) – 0,874
4-     Belo Horizonte (MG) – 0,8619
5-     Porto Alegre (RS) – 0,8499
6-     Campo Grande (MS) – 0,8275
7-     Aracaju (SE) – 0,8214
8-     Rio de Janeiro (RJ) – 0,8194
9-     Florianópolis (SC) – 0,8161
10-   Brasília (DF) – 0,131
11-   Palmas (TO) – 0,8129
12-   São Paulo (SP) – 0,8119
13-   João Pessoa (PB) – 0,7992
14-   Fortaleza (CE) – 0,7819
15-   Recife (PE) – 0,7758
16-   Salvador (BA) – 0,7719
17-   Cuiabá (MT) – 0,7704
18-   Natal (RN) – 0,7383
19-   Boa Vista (RR) – 0,7249
20-   Teresina (PI) – 0,7218
21-   Maceió (AL) – 0,7036
22-   São Luís (MA) 0,7003
23-   Rio Branco (AC) – 0,6972
24-   Manaus (AM) – 0,6903
25-   Belém (PA) – 0,6593
26-   Porto Velho (RO) – 0,6542
27-   Macapá (AP) – 0,6413

Fonte: Diário de Goiás.


Sobre o Autor

Ton Freitas


0 Comentários



Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário


(obrigatório)