Menu aqui

Sabatina do Trade com os candidatos à Prefeitura de Goiânia

0
Posted 22 de September de 2016 by Ton Freitas in Destaque

Resumo com os principais temas apresentados por cada candidato

O empenho para alavancar as iniciativas de apoio ao turismo em Goiânia em suas várias modalidades – negócios, eventos, cultural, entre outros – foi compromisso firmado por todos os candidatos que participaram da sabatina promovida pelo trade turístico, nesta quarta-feira, 21 de setembro, no Castro´s Park Hotel. A iniciativa, promovida pelo Goiânia Convention & Visitors Bureau, em parceria com entidades ligadas ao segmento de turismo, ouviu as propostas de Delegado Waldir (PR), Adriana Accorsi (PT), Iris Rezende (PMDB), Francisco Júnior (PSD) e Vanderlan Cardoso (PSB) para o fomento do trade e das ações ligadas a este setor econômico. Foram selecionados os candidatos que ocupam as cinco primeiras colocações nas pesquisas eleitorais.

Além do Goiânia Convention & Visitors Bureau, estavam representadas Associação Brasileira das Agências de Viagens (ABAV); Associação Brasileira das Empresas Organizadoras de Eventos (ABEOC); Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH); Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis (ABLA); Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo (ABRAJET); Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL); Associação Empresarial da Região da 44 (AER44); e Sindicato dos Guias de Turismo do Estado de Goiás (SINDEGTUR). Cada entidade elaborou uma questão relacionada ao segmento e os sabatinados foram ouvidos individualmente, durante 50 minutos, cada um.

DELEGADO WALDIR (PR)

Exibindo delegado foto final-01.jpg

O delegado Waldir foi o primeiro candidato a apresentar suas propostas. Ele ressaltou a questão da parceria com a iniciativa privada para incrementar o turismo, definindo-a como “indispensável”, de modo com que a gestão do setor seja compartilhada. O candidato ressaltou o desejo de que a indicação para um gestor na prefeitura para o setor seja feito pelas entidades do trade turístico presentes no evento, uma vez que há o conhecimento técnico para a realização de projetos.

Pontos de destaque:

– Art Déco: o delegado sugeriu projeto de isenção do IPTU e aproximação do Iphan para estímulo a empresários recuperarem fachadas do patrimônio artístico da cidade;

– Infraestrutura: para a circulação de pessoas e meios de transporte, o candidato sugeriu a criação de motovias e semáforos inteligentes, além da modernização da infraestrutura. Também ressaltou a questão da desburocratização de serviços da prefeitura e lembrou de projetos próprios como as creches noturnas para trabalhadoras de atividades que funcionam à noite, como bares, restaurantes, táxis, etc.;

– Privatização do aeroporto: concordou em apoiar possível campanha para a concessão, de maneira a trazer investimentos e ampliação para o terminal. Segundo o delegado, a cidade tem condições para receber mais voos, principalmente com a proximidade com Brasília;

– Polêmica entre Uber e taxistas: o candidato se posicionou a favor da modernidade, mas reforçou a necessidade da regulação da atividade de aplicativos como o Uber, respeitando as atividades tradicionais, como os táxis, que são meios de sobrevivência de muitas famílias na capital;

– Inspiração: o delegado Waldir colocou como exemplo de cidades que incrementaram seu turismo por meio de projetos Curitiba e Las Vegas, especialmente pela forma como o setor privado enxergou as possibilidades de transformação e o poder público deu condições para a realização de projetos;

– Novos projetos: o delegado reforçou a questão de pensar na cidade e suas potencialidades, como a criação de Museu da Música Sertaneja e locais para a realização de shows.

ADRIANA ACCORSI (PT)

Exibindo DSC_0283.JPG

A candidata do PT à prefeitura de Goiânia, Adriana Accorsi, foi a segunda sabatinada da manhã. Ela destacou o compromisso em sua gestão de se reunir constantemente com o trade turístico para ouvir ideias e projetos ligados ao fomento do setor. A candidata ressaltou que incluiu as propostas do Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico de Goiânia (Codese) e da AR44 em seu plano de governo. Também ressaltou a possibilidade do trade indicar um gestor para a área dentro de seu mandato e afirmou que “o turismo precisa ser visto de forma séria e prioritária”.

Pontos de destaque:

– Art Déco: ressaltou que vai elaborar ideias de estímulo fiscal, para melhoria do Centro, e ressaltou que conseguiria mobilizar o comércio e artistas para esse resgate;

– Infraestrutura: ressaltou a criação de postos de turismo em pontos estratégicos da cidade, como a rodoviária e o aeroporto, para receber e orientar visitantes. Também ressaltou a questão da ocupação de espaços públicos, com a preparação da segurança, iluminação adequada, organização e fiscalização – incluindo a revisão do código de posturas do município. Falou ainda da desburocratização dos serviços da prefeitura;

– Privatização do aeroporto: a candidata lembrou que existem Parcerias Público-Privadas (PPP) em todo o Brasil e que sua gestão está pronta para fazer essa discussão junto à sociedade;

– Polêmica entre Uber e taxistas: Adriana Accorsi ressaltou que consultaria a população para decisões sobre o aplicativo, mas afirmou que, no momento, a pauta está sendo discutida na Câmara de Vereadores e de que não poderia interferir em um poder diferente do Executivo;

– Inspiração: a delegada Adriana Accorsi apontou como grande inspiração seu pai, Darci Accorsi, ex-prefeito de Goiânia, que a candidata definiu como apaixonado pela cidade. Ela ressaltou que o pai tinha muitos sonhos para a capital, incluindo o resgate das fachadas em Art Déco do Centro e a valorização do patrimônio da cidade;

– Novos projetos: a candidata reforçou a capacitação de profissionais do turismo, com cursos, treinamentos, ensino de línguas e outras atividades para melhor atender o visitante que chega à capital. Também destacou a necessidade de divulgar a capital como destino turístico em mercados fora do Estado e do País. Também falou da organização e reestruturação da Feira Hippie, uma das maiores da América Latina.

IRIS REZENDE (PMDB)

Exibindo IMG_20160921_115409370.jpg

Ex-prefeito e ex-governador de Goiânia, Íris Rezende, do PMDB, iniciou a sabatina relembrando seus feitos enquanto administrador da cidade e do Estado. Lembrou a abertura de novos setores, de novos Planos Diretores que construiu, da construção de aparelhos de turismo, como o Centro de Convenções de Goiânia (hoje, terceirizado) e de seus famosos “mutirões”, os quais pretende colocar em prática novamente para que a população o ajude na realização de serviços na capital. O candidato definiu Goiânia como “cidade predestinada e diferente”.

Pontos de destaque:

– Art Déco: o candidato citou exemplos de recuperações de fachadas, por alguns proprietários particulares e se mostrou disposto a ouvir propostas, como a tributação nestes imóveis. Mas não se posicionou com propostas específicas;

– Infraestrutura: o candidato disse que vai resgatar os mutirões para resolver problemas na cidade. Falou da possibilidade da criação de novas linhas de ônibus que liguem os bairros sem passar pelo Centro, de maneira a desafogar o trânsito nessa área e ressaltou também a construção de viadutos;

– Privatização do aeroporto: não se colocou contra, mas disse esperar que a terceirização promova benefícios para a cidade;

– Polêmica entre Uber e taxistas: não se posicionou contrário, mas reforçou que não pode desconsiderar o táxi que, segundo ele, alimenta várias famílias;

– Inspiração: a maior inspiração evocada pelo candidato é o seu passado. O candidato relembrou várias situações em que foi gestor público e promoveu melhorias na cidade. Também apontou o exemplo de políticos visionários como Juscelino Kubitschek e Getúlio Vargas, a propósito da Construção de Brasília e da Marcha para o Oeste.

– Novos projetos: o candidato não citou diretamente novos projetos para o setor de turismo. Apenas se mostrou disposto a receber o trade e projetos para a capital.

FRANCISCO JÚNIOR (PSD)

Exibindo IMG_20160921_125633027.jpg

O candidato do PSD, Francisco Júnior, trouxe para a sabatina a necessidade do poder público dar condições para que o setor se desenvolva, sendo a prefeitura coadjuvante do processo. Segundo o candidato, o turismo precisa ser pensado em espaços e ações, sem burocratizar o sistema. “Precisamos ver os resultados que queremos e depois ver o melhor modelo para chegarmos lá”.

Pontos de destaque:

– Art Déco: o candidato afirmou não ter proposta quanto à questão da tributação ou isenção tributária para incentivo à recuperação das fachadas;

– Infraestrutura: Francisco Júnior defendeu um orçamento fixo para o setor do turismo na capital e a partir desse montante trabalhar, especialmente para a captação de eventos. A decisão das prioridades seria tomada pelo setor;

– Polêmica entre Uber e taxistas: o candidato ressaltou a necessidade de explorar melhor os serviços e a cidade. Lembrou inclusive de cidades, como a Espanha, que possui um Uber Ônibus, que funciona conforme demanda;

– Inspiração: lembrou exemplos de melhorias na infraestrutura de cidades da Espanha e Portugal, como meios de transporte mais eficientes e melhor aproveitamento das calçadas e passeios públicos;

– Novos projetos: salientou a necessidade de recuperar o uso do centro pelos pedestres, com a utilização de fiação subterrânea, estacionamentos verticais e subterrâneos, além de trazer setores informais, como o polo da moda para a formalidade. Também falou de aproveitar as potencialidades da cidade para a criação de novos equipamentos, como o Museu do Carro – uma vez que a cidade possui elevada frota de veículos no País – e o Museu do Césio-137.

VANDERLAN CARDOSO (PSB)

Exibindo IMG_20160921_140455644.jpg

Finalizando a sabatina promovida pelo trade turístico, o candidato do PSB, Vanderlan Cardoso, que tem apoio do governo estadual, falou de suas propostas gerais para a gestão municipal, incluindo o turismo, uma vez que sua prioridade são setores que gerem emprego e renda. Ressaltou a criação de oito regiões administrativas na cidade e o apoio do governador, Marconi Perillo, como braço para captação de recursos e investimentos na cidade. Lembrou também sua gestão em Senador Canedo, onde foi prefeito.

Pontos de destaque:

– Art Déco: ressaltou que pode estudar abatimento de tributos para empresários que se propuserem a recuperar o patrimônio em seus estabelecimentos;

– Infraestrutura: vai buscar parcerias com o governo do Estado e desburocratizar serviços, por meio da internet;

– Privatização do aeroporto: o candidato se colocou à disposição para buscar parceiros em Brasília para uma possível campanha do trade de concessão do aeroporto. Ressaltou que tem boa abertura na capital federal;

– Inspiração: o candidato ressaltou modelos da prefeitura de Campinas (SP) que, segundo ele, possui pelo menos quatro bons projetos ligados diretamente ao setor turístico. Ressaltou que esses projetos foram cedidos pela prefeitura da cidade à sua possível gestão;

– Novos projetos: o candidato à prefeitura disse que vai buscar boas referências já existentes, mas que possui projetos como o de tirar o zoológico do Lago das Rosas e construir um Bioparque Metropolitano em Goiânia.

Todos os candidatos também receberam um documento com propostas e pedidos das entidades que integram o trade do turismo na capital. Os prefeitos deverão analisar o documento e assinar o compromisso com o setor para seu futuro mandato.

Goiânia Convention & Visitors Bureau
O Goiânia Convention & Visitors Bureau tem como missão promover o desenvolvimento turístico sustentável de Goiânia, por meio da captação e geração de eventos e viagens de lazer. Por se tratar de uma entidade privada, é independente. Seus interesses se pautam em fomentar os negócios da cidade, atuando de forma articulada com os outros setores – públicos e privados. Hoje, o GCVB é formado por 120 empresas associadas. São hotéis, pousadas, restaurantes, bares, teatros, casas de shows, agências de turismo, shoppings centers, entre outros estabelecimentos, além de mais de 17 associações do trade turístico goiano, como ABAV, ABLA, ABEOC, Abrasel, ABIH, entre outras.

Mais informações: (62) 3217-1136 ou pelo e-mail gcvb@goianiaconvention.com.br

 


Sobre o Autor

Ton Freitas


0 Comentários



Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário


(obrigatório)